Canhotos

Você já tentou segurar uma tesoura com a mão esquerda e cortar uma folha de papel? Faça isso. Depois, vá até a cozinha, pegue um abridor de latas e, com a mesma mão esquerda, tente abrir uma lata de leite condensado. Essas pequenas experiências com utensílios domésticos podem dar uma noção da dificuldade que é para um canhoto viver num mundo feito para os destros.
Há alguns anos, quando o homem era ainda mais ignorante do que hoje, muitos julgavam que ser canhoto era uma doença. Professores batiam de régua nas mãos das crianças para faze-las escrever com a mão “certa”. Algumas desenvolveram uma capacidade incrível de manusear as coisas com as duas mãos, mas a maioria cresceu com traumas.
Ainda bem que certos pais não forçaram seus filhos a abandonar o uso da canhota, senão poderíamos ter sido privados da genialidade de Leonardo da Vinci, Albert Einstein, Isaac Newton, Charlie Chaplin, Machado de Assis, Mahatma Gandhi e Ayrton Senna. Isso, sem falar das deusas: Greta Garbo, Marylin Monroe, Julia Roberts, Nicole Kidman, Angelina Jolie. O mundo seria outro.
Não sei porque razão as pessoas funcionam melhor de um lado do que do outro. E se formos comparar os dois grupos, o resultado é desproporcional: 90% usa o lado direito. Canhoto é minoria.
Em Nova York há uma loja só para eles. Além de tesouras e abridores de lata, existem coisas que eu nem imaginava que faziam falta. Teclado e mouse para computador, saca-rolhas, caderno espiral, régua, apontador, canivete. Há até relógios que giram no sentido anti-horário, que é o mais natural para quem não é destro. Deve ser usado no pulso direito e o botão de acertar ponteiros é do outro lado. Tudo faz sentido. E é bom que faça. Se não tivessem inventado a guitarra para canhotos, não haveria Jimi Hendrix nem Paul McCartney e a história do nosso tempo não seria a mesma.
Dizem que a mão inglesa - o trânsito no Reino Unido onde os carros se cruzam pelo lado “errado” – vem do tempo das batalhas medievais a cavalo, onde os cavaleiros se enfrentavam dessa forma, pois seguravam a lança com o braço direito. Mas se alguém tivesse me contado que o cara que criou a mão inglesa era canhoto, eu teria acreditado. Até porque, para nós os destros, é muito complicado passar as marchas do carro com a mão esquerda.
Meu filho é canhoto da barriga pra baixo. Escreve com a mão direita e chuta com a perna esquerda. É um fenômeno que não tem explicação. Talvez eu seja o responsável. No entusiasmo do processo de fabricação, posso ter enroscado além do normal a espiral de DNA do guri. Vai saber.

9 comentários:

  1. Esqueceu de me citar no post! Sou deusa também e canhota de carteirinha desde de bebê! Hahaha
    Só meu irmão e minha mãe sabem da minha dificuldade de abrir uma lata de leite condensado, escrever no carderno e sujar a mão com a tinta da caneta, machucar o dedo por causa da tesoura... Ah! Sou destra no futebol, fenômeno que ninguém sabe explicar! haha
    Post feito para mim! Adorei!
    beijos,
    Alice

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tambem sou canhoto e sou destro no futebol

      Excluir
  2. Também sou canhota e sofri na faculdade para encontrar uma carteira apropriada para pessoas como eu. Elas são feitas para destros apenas. Deve ter só uma por sala para canhotos.
    Mas não sei da dificuldade em usar a tesoura, só consigo usá-la com a mão direita. Coisa estranha, né?

    ResponderExcluir
  3. Convivo com vários canhotos (irmão, cunhadas, tios, primos e alguns amigos) e percebi(diga-se: nunca li nada referente ao que mencionarei) que posssuem outra característica comum: são exímios observadores.
    E, para você, querido Kledir:
    A espiral do DNA da família já deve ter sido enroscada há mutas gerações - única explicação plausível para tantos fenômenos "Ramil".

    Muito obrigada por sempre me surpreender e divertir.

    ResponderExcluir
  4. Eu tenho guardada uma colher torta que me foi presenteada quando criança, na tentativa de corrigir o "pecado" de ser canhoto.

    ResponderExcluir
  5. Kledir,

    Acabei de chegar em casa...o pezinho doendo...
    Tirei o salto alto e tava alí caída...
    Aí me deu uma saudade e vim dar uma voltinha por aqui.

    Encontrei mais uma crônica sua: Canhotos.

    Suas palavras fazem folia em minha vida.
    Parece até que elas estão brincando, como crianças...
    fazendo-me rir.

    Muito legal.

    Falando sobre isso, sabia que até existe um dia para se comemorar este fenômeno?
    Pois é, o dia 13 de agosto é o dia do canhoto.
    Neste ano caiu bem na sexta-feira. “Sexta-feira 13”.

    Na vida a gente vê, aprende e lê tantas coisas que sempre acaba lembrando de algo.

    Olha só, sabe de quem me lembrei agora?

    Nada mais, nada menos que Carlos Drummond de Andrade.

    Poeta mineiro sem igual.
    Apresentou tantas fases.
    Uma delas foi de reflexão.
    Ele se mostrava preocupado com a vida das pessoas que em dado momento se mostrou um crítico da sociedade em que vivia.

    Foi exatamente aí que ele escreveu o poema

    HIPÓTESE

    "E se Deus é canhoto
    e criou com a mão esquerda?
    Isso explica, talvez, as coisas deste mundo".

    Falando ainda em mãos e com o mesmo senso crítico ele também escreveu

    MÃOS DADAS

    Não serei o poeta de um mundo caduco.
    Também não cantarei o mundo futuro.
    Estou preso à vida e olho meus companheiros.
    Estão taciturnos mas nutrem grandes esperanças.
    Entre eles, considero a enorme realidade.
    O presente é tão grande, não nos afastemos.
    Não nos afastemos muito, vamos de mãos dadas.
    Não serei o cantor de uma mulher, de uma história,
    não direi os suspiros ao anoitecer,
    a paisagem vista da janela,
    não distribuirei entorpecentes ou carta de suicida,
    não fugirei para as ilhas nem serei raptado por serafins.
    O tempo é a minha matéria, o tempo presente, os homens presentes, a vida presente.

    Nossa! bom demais.

    Abraços,

    Marcinha

    ResponderExcluir
  6. Adorei!O Bruno é canhoto e vai adorar também!E a videocrônica kkk Só vc mesmo querido.Bj.

    ResponderExcluir
  7. Kledir!

    Eu como canhoto escrevi sobre isso no meu blog!

    http://penicodeideias.blogspot.com/2009/09/sinistro.html

    ResponderExcluir
  8. Alguma explicação para o fato de eu escrever com a mão direita e cortar coisas, perfeitamente, com a mão esquerda?

    ResponderExcluir